História da Petrobrás



Que a Petrobras é uma das maiores empresas brasileiras nós sabemos, mas hoje, vamos entender um pouco mais sobre sua criação e sua importância para o crescimento da economia brasileira.

Para compreender a criação da Petrobras, é importante entendermos o momento em que o Brasil e o mundo se encontravam. Os primeiros esforços para encontrar petróleo em terras brasileiras que obtiveram sucesso datam do ano de 1939, onde um grupo conseguiu escavar um poço com petróleo na Bahia, isso confirmou o que muitas figuras importantes naquele momento diziam: é possível achar e extrair petróleo de solo brasileiro. Porém, mesmo obtendo sucesso em encontrar petróleo que fosse possível a extração, o governo brasileiro não deu a atenção necessária para que planos mais ambiciosos fossem para frente.

Alguns anos depois, com o fim da segunda guerra mundial, o mundo todo estava mergulhando fundo nas buscas por petróleo, pois as evoluções nas tecnologias da época deixavam claro que esse seria uma commodity essencial para o avanço das economias mundiais.

Já sabendo da existência de petróleo no Brasil, teve início um intenso debate sobre quem deveria explorar o petróleo em terras brasileiras. O assunto era extremamente polêmico e complicado, pois envolvia muito capital e a questão da soberania nacional. Assim, haviam duas frentes, que foram chamadas de nacionalistas e entreguistas. Os nacionalistas defendiam que o petróleo pertencia aos brasileiros, e por isso o Brasil deveria ser responsável pela exploração. Já os entreguistas defendiam que o Brasil não tinha capacidade técnica suficiente para uma exploração eficaz do petróleo, e defendiam que as grandes multinacionais do petróleo pudessem atuar na extração. Os nacionalistas tiveram mais voz, e impulsionados pelo movimento “O petróleo é nosso” do então presidente Getúlio Vargas, foi fundada em 3 de outubro de 1953 a empresa Petróleo Brasileiro S.A., conhecida como até hoje como Petrobras.

Apesar de ter sido fundada oficialmente em 1953, é no ano de 1961 que surge a Reduc, Refinaria de Duque de Caxias, a primeira refinaria da companhia, dando início a operação de extração, refino e distribuição do petróleo brasileiro.

Porém, o setor petrolífero requer muito conhecimento técnico para se atingir operações rentáveis, e o Brasil infelizmente não possuía os avanços tecnológicos que as grandes multinacionais tinham. Foi pensando nesse avanço que em 1963 a empresa cria o CENPES, Centro de pesquisa e desenvolvimento. Um centro de pesquisa voltado especialmente para desenvolvimento de tecnologias voltadas para todo o processo de extração e manejo do petróleo. Esse foi um grande passo para o Brasil, pois este se tornaria do futuro um dos maiores centros de pesquisa aplicada no mundo, e produziria grande parte dos avanços tecnológicos usados pela empresa.

Até 1968, as operações se restringiam à Reduc, que extraia petróleo no continente. Nesse ano foi iniciada a operação offshore da empresa. Com a criação da P-1, a primeira plataforma de exploração de petróleo em alto mar da empresa, a Petrobras conseguiu extrair petróleo do primeiro campo na plataforma continental brasileira, no campo de Guaricema/Sergipe.

O próximo grande avanço da empresa foi em 1974, quando foi descoberta a Bacia de Campos, que se localizava desde o norte do Rio de Janeiro até o Espírito Santo. Era a maior bacia de Petróleo já vista no Brasil. Esta passou ser a principal fonte de extração no Brasil. Com mais de 100 mil quilômetros quadrados, abrigando hoje cerca de 45 plataformas marítimas, que extraem diariamente 1,49 milhões de barris de óleo e 22 milhões de metros cúbicos de gás natural.

A partir daí o Brasil começou aos poucos a se tornar um grande produtor de petróleo, e a Petrobras se tornava cada vez maior, chegando no ano de 2000 com uma produção anual de 450 milhões de barris de petróleo.

Em 2007 mais uma vez ela mostrou ao mundo que realmente era uma potência no setor. Nesse ano foi anunciado pela empresa o descobrimento do Pré-sal. Segundo a própria empresa, essa foi uma das principais descobertas mundiais da década. O pré-sal é uma camada de petróleo, que se encontra antes da camada de sal no fundo do mar que além de possuir uma quantidade gigantesca de petróleo, possui um petróleo de altíssima qualidade, gerando derivados de alta qualidade, com um custo menor. Isso possibilitou um aumento significativo nos lucros da empresa, além de elevar sua capacidade produtiva.

Infelizmente, a história da Petrobras não é marcada totalmente por momentos felizes. Após 61 anos de história, agregando e construindo a economia brasileira, a empresa foi manchada por um gigantesco esquema de corrupção.

Em 2014 veio a público a operação Lava-Jato. Comandada pela Polícia Federal, foi aberta uma operação que investigava inúmeros crimes cometidos por executivos da Petrobras, empreiteiras e inúmeros políticos e partidos políticos de alto escalão.

Com o passar dos meses e o andamento das investigações, foi descoberto um esquema bilionário de superfaturamento em obras da empresa, desvio de dinheiro, lavagem de dinheiro e cobrança de propina. O que acontecia? A Petrobras contratava empresas (empreiteiras) para realizar grande obras, porém essas obras eram superfaturadas, e muito dinheiro repassado a políticos e empresários das empresas envolvidas. Segundo a Polícia federal, foram gastos mais de 42 bilhões de reais da empresa com os esquemas de corrupção, isso é um prejuízo direto para a empresa e consequentemente para os cofres públicos, visto que o estado é o maior acionista da companhia, que possui mais de 50% das suas ações.

As consequências para a empresa foram devastadoras. As ações da empresa (PETR3 e PETR4) que no ano de 2015 foram negociadas na faixa dos R$12,00 chegaram ao patamar de R$4,50 no início de 2016, uma perda de quase 60% no seu valor de mercado. Porém os efeitos não se restringiram apenas aos balanços e ações da companhia. A Petrobras é uma empresa que possui uma alta representatividade do Ibovespa, isso causou uma forte queda no índice, levando-o para níveis próximos aos de 2008. Outro fator que corroborou para essa forte queda na economia, foi o fato de haver o envolvimento de muitos políticos, de diversos partidos, inclusive do Partido dos Trabalhadores (PT), que governava o país na época em que os escândalos ocorreram; isso gerou forte desconfiança nos investidores.

Como resultado da operação, centenas de executivos e políticos envolvidos, o que levou a companhia a ter que trocar a imensa maioria de seus principais diretores.


Como está a Petrobras hoje? Apesar de tudo que a empresa conquistou nos quase 70 anos desde sua criação, sua imagem é fortemente manchada pela crise causada pela corrupção interna. Porém ela segue se reerguendo a cada dia. Recuperou o preço de suas ações a níveis mais elevados que antes do escândalo, conseguiu manter um aumento na sua capacidade de produção, principalmente no Pré-sal, que representou um grande desafio à companhia, devido a sua dificuldade de extração; e muitos especialistas se mantém animados quanto ao futuro da empresa, projetando crescimento para os próximos anos, o que é muito positivo para o país, pois a empresa ainda tem muito peso na economia nacional.

Fontes ➔ www.petrobras.com.br ➔ http://www.anp.gov.br/exploracao-e-producao-de-oleo-e-gas ➔ DIAS, José Luciano de Mattos; QUAGLINO, Maria Ana; A questão do petróleo no Brasil: uma história da PETROBRAS. Rio de Janeiro: CPDOC: PETROBRAS, 1993. 211p.

14 visualizações

LMF São Carlos © 2014-2020 todos os direitos reservados